Surf em Noronha

As ondas do arquipélago de Fernando de Noronha são famosas pelo tamanho, perfeição e radicalidade. Com 26 quilômetros quadrados e 16 praias paradisíacas, Fernando de Noronha é o point perfeito para quem quer pegar ondas grandes durante o verão.

No período de dezembro a março, o chamado “mar de dentro” (parte do litoral que fica voltado para o continente), que no resto do ano é uma piscina natural, transforma-se num liquidificador, com ondas poderosas que podem chegar aos cinco metros de altura. A força dessa ondas e o período em que quebram, similar ao arquipélago havaiano, renderam a Fernando de Noronha o título de “Hawaii Brasileiro”.

A comparação não é exagero. Quando entra um swell (ondulação) gigantesco, gerado pelo inverno no Atlântico Norte, as condições ficam realmente perigosas e só surfistas experientes em ondas grandes atrevem-se a enfrentá-las.

As melhores praias para a prática do surfe, na região leste da Ilha, são as do Cachorro e da Conceição. Mais ao sul, Boldró (com fundo de pedra) e Cacimba do Padre proporcionam ondas mais fortes num ambiente selvagem e inóspito. No lado Norte, as praias do Porto, Biboca, Ruro e Abras são consideradas o filé do surfe da Ilha, mas só quebram quando as condições estão especiais e a ondulação acima de dois metros e meio.

A onda mais famosa de Noronha é a da Cacimba do Padre. Nessa praia, as ondulações são sempre ocas, cavadas, tubulares sobre um raso fundo de areia e um visual alucinante ao lado do Morro dos Dois Irmãos.

Para surfar as fortes ondas de Noronha, além de bom preparo físico é preciso estar bem equipado. Pranchas grandes (gunzeiras), estrepes novos e boa parafina fazem a diferença. Opte pelo tipo de rabeta round pin (bem fechada) que agarra melhor nos tubos e drops. O ideal é levar pranchas com tamanhos entre 6,4 (cerca de 1,80m) e 7 pés (cerca de 2,10m).

Saber os limites, no entanto, é a primeira lição para quem vai para Fernando de Noronha. Se você não tem o hábito de surfar ondas grandes, então é melhor esperar que o mar esteja em condições médias. As ondas do arquipélago, em qualquer tamanho, garantem a diversão.

Pode-se chegar a Noronha voando a partir de Natal ou de Recife.

Tags: ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: