Melhoras na energia de Noronha

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) pretende reduzir para zero  as interrupções no fornecimento de energia em Fernando de Noronha;  para isso,  fará investimentos de de R$ 10 milhões na Usina Termelétrica de Tubarão, que passará a ostentar o título de mais moderna geradora de energia elétrica do País.

A inauguração da termelétrica aconteceu ontem, em Noronha, com presença do presidente do Grupo Neoenergia (controlador da Celpe). Noronha, que já foi Território Federal, hoje é uma unidade administrativa do Estado de Pernambuco; a Celpe, como concessionária de distribuição de energia daquele Estado, também é autorizada a operar em Noronha.

Com a nova usina, espera-se que Noronha passe a contar com melhor qualidade no fornecimento de energia; desde que o turismo na ilha começou a crescer, os blecautes tornaram-se frequentes. Apesar de o índice de interrupções ficar dentro do limite considerado admissível pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), os transtornos eram grandes para todos: moradores, empresários e turistas.

“Desde que iniciamos a instalação dos novos equipamentos da Usina Tubarão, o número de blecautes foi reduzindo consideravelmente. No acumulado desse ano de 2009,  tivemos sete interrupções, enquanto a média histórica era o dobro disso”, destaca Corrêa. A Aneel considera que um número de 60 interrupções por ano ainda é satifatório (!).

O momento mais crítico para a ilha foi o incêndio ocorrido em junho de 2007, que destruiu os geradores de energia, deixando o arquipélago no escuro por 24 horas.

Com a aquisição de novos equipamentos e reforma da estrutura física, a Usina Tubarão terá capacidade de geração de 4.650 kWh, volume bem superior ao consumo da ilha, que hoje fica entre 1.500 e 2.000 kWh. A Celpe conta com 800 clientes na ilha; o maior consumidor de energia da ilha é a Companhia de Saneamento de Pernambuco (Compesa), que responde por cerca de 30% do total (muita energia é consumida para processamento de lixo).

O Superintendente de Engenharia da Celpe, Luiz Antônio Ciarlini, conta que as obras da nova usina foram iniciadas em fevereiro de 2008 e os últimos equipamentos chegaram em maio deste ano. “Tivemos que superar uma série de dificuldades no transporte marítimo de materiais e máquinas para a ilha”, afirma. A termelétrica passa a contar quatro geradores principais e dois de reserva.

A nova Usina Tubarão foi projetada para utilizar tecnologia de ponta em segurança, equipamentos e preservação ambiental. A termelétrica também conta com sistema de detecção e prevenção de incêndios. A automatização também é um dos destaques do novo projeto.

Tags:

Uma resposta to “Melhoras na energia de Noronha”

  1. Noronha busca fontes de energia limpa « Fernando de Noronha Says:

    […] projeto, que está sendo apresentado em reuniões com outras partes interessadas; por ocasião da reinauguração da Usina Tubarão (controlada pela Celpe), o administrador da ilha, Romeu Neves Baptista, entregou uma cópia do […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: